O dia em que José Mourinho chamou Özil de covarde na frente de todos



O meio-campista Mesut Özil está prestes a lançar sua autobiografia, mas o diário Bild já divulgou alguns trechos do livro. Em uma das passagens da publicação, o jogador alemão do Arsenal conta o dia em que brigou feio com José Mourinho no vestiário do Real Madrid.

"Você pensa que dois passes bonitos bastam? Pensa que você é tão bom que dar 50% de si já está bom?", disse Mourinho ao atleta durante essa discussão. Özil revela que perdeu a paciência com o comandante português e atirou a camisa em sua direção. "Está desistindo agora? É um covarde", esbravejou o treinador, segundo o meia.

Independente dessa briga na frente de todos os outros jogadores do Real Madrid, Özil diz no livro que admira demais José Mourinho. Mas que naquele momento ele sentiu raiva do comportamento do seu comandante, que ainda continuou. "O que você quer? Tomar um ducha quente, passar shampoo no cabelo? Estar sozinho? Ou quer provar aos teus companheiros, aos torcedores e a mim o que pode fazer em campo?".

A previsão de lançamento da autobiografia de Özil é 16 de março.

    Comente a matéria
    Comente pelo Facebook

0 comentários :

Postar um comentário