Insatisfeito, Kimmich reclama publicamente por jogar pouco no Bayern e fala até em sair

Joshua Kimmich chegou ao Bayern de Munique em 2015, proveniente do RB Leipzig, e no ano passado se transformou em uma das grandes revelações do futebol germânico, tanto que integrou o grupo da seleção alemã que disputou a Eurocopa de 2016. Muito se falou que ele seria o substituto ideal de Philipp Lahm, aposentado da Mannschaft desde a Copa de 2014.

O jovem de 22 anos, no entanto, vem tendo poucas oportunidades para mostrar o seu futebol. Depois de um bom começo de temporada, onde jogava regularmente e até fazia seus gols, Kimmich atuou por apenas 42 minutos nos últimos cinco jogos da equipe. E isso fez com que ele reclamasse publicamente da sua condição.

"Não entendo esta situação e penso até em sair. O técnico Carlo Ancelotti sabe que posso jogar em várias posições, tem muitas opções para me utilizar. Conheço os meus pontos fracos e trabalho para melhorá-los", disse após a vitória do Bayern sobre o Frankfurt, quando o jogador ficou os 90 minutos no banco de reservas.

Apesar da reclamação pública, Kimmich acha que ainda terá mais chances nesta temporada - lembrando que ele é volante de origem, mas faz muito bem as funções de zagueiro e lateral-direito. "Temos uma boa vantagem na liderança Bundesliga e talvez seja possível rodar a equipe", comentou.

Philipp Lahm, que vai se aposentar no meio do ano, defendeu o colega, mas fez ressalvas. "Kimmich nos mostrou que pode jogar em alto nível sempre, mas aqui é o Bayern. É sempre difícil jogar no início, ele tem de entender isso", disse o capitão de 33 anos de idade.
    Comente a matéria
    Comente pelo Facebook

0 comentários :

Postar um comentário