Bayern atropela o Arsenal no 2º tempo, goleia e fica perto das quartas da Champions



O Bayern de Munique fez uma partida quase perfeita diante do Arsenal, em especial no segundo tempo, e abriu excelente vantagem rumo às quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Com a goleada por 5 a 1 dentro da Allianz Arena, o time do técnico Carlo Ancelotti pode até perder por três gols de diferença no jogo de volta, em Londres, que garante vaga na próxima fase.

Dominando o primeiro tempo com mais posse de bola e volume de jogo, o Bayern de Munique abriu o placar aos 11 minutos em lindo chute de Robben de fora da área, acertando o ângulo do goleiro Ospina. Sem assustar a meta do goleiro Manuel Neuer, o Arsenal se soltou um pouco mais a partir dos 30 minutos, quando saiu o empate.

Lewandowski cometeu falta no zagueiro Koscielny dentro da área, pênalti marcado e defendido por Neuer em batida de Alexis Sanchez. No rebote, porém, o atacante chileno aproveitou bobeira da defesa alemã para balançar as redes. Antes do intervalo, o arqueiro bávaro fez uma excelente intervenção após bomba de Xhaka.

No segundo tempo, o time de Munique atropelou o adversário e transformou a vitória em goleada. Aos oito minutos, Lahm cruzou na medida e Lewandowski marcou de cabeça, colocando o Bayern novamente em vantagem. Três minutos mais tarde, Lewa deu uma assistência espetacular de letra e Thiago Alcântara deixou sua marcar, anotando o terceiro.

Na pressão absurda, Lewa acertou o travessão de Ospina e, na sequência, o goleiro do Arsenal fez uma defesa impressionante em cabeçada de Martínez. Robben também tentou e Koscielny evitou o tento do holandês usando o braço, mas a penalidade não foi marcada. Aos 18, saiu o quarto gol. Thiago pegou rebote de escanteio da entrada da área e contou com desvio da defesa para ampliar.

O quinto gol estava maduro. Ospina fez defesas espetaculares em chutes certeiros de Robben e Douglas Costa. Depois, em rápido contra-ataque, Kimmich perdeu uma ótima oportunidade finalizando para fora. Mas, aos 44 minutos, o Bayern roubou a bola do Arsenal no campo de ataque e Thiago só rolou para Thomas Müller balançar as redes, decretando o massacre bávaro.
    Comente a matéria
    Comente pelo Facebook

0 comentários :

Postar um comentário