Seleção da 17ª rodada da Bundesliga - Chucrute FC / Alemanha FC

Goleiro: Thomas Kessler (Colônia)

Kessler vem substituindo em alto nível o titular da posição Timo Horn. Na partida diante do Mainz, foram cinco boas defesas e a garantia que seu time não sofresse qualquer gol.

Zagueiros: Frederik Sorensen (Colônia), Marvin Compper (RB Leipzig) e Naldo (Schalke 04)

Outro que foi muito bem pelo Colônia foi Sorensen. Jogando pelo lado direito na linha de 3 defensores, raramente deixou os atacantes adversários em situação para marcar. Foram 5 roubadas de bola de 11 divididas vencidas em um total de 15.

Mais uma vez seguro na defesa, Compper ainda foi decisivo no ataque. Aproveitou o rebate dado pelo goleiro do EintrachtFrankfurt e abriu o placar da partida.

O brasileiro do Schlake se destacou outra vez. Desarmou seus adversários 9 vezes e ainda não cometeu qualquer falta, contribuindo de maneira importante para que o seu time não tomasse gols.

Meio de campo: Hakan Calhanoglu (Bayer Leverkusen) e Kevin Kampl (Bayer Leverkusen)

O Bayer Leverkusen venceu o surpreendente Hertha Berlim com autoridade. Boa parte da responsabilidade pela vitória vem da dupla Calhanoglu e Kampl. O primeiro marcou dois gols e foi ameaça constante para a defesa adversária, enquanto o segundo foi o principal organizador do meio-de-campo e ainda deu uma assistência - justamente para Calhanoglu - mostrando o bom entrosamento da dupla.

Pontas: Marcel Sabitzer (RB Leipzig) e Nadiem Amiri (Hoffenheim)

Com ausência de seu principal nome - Forsberg -, os touros contaram principalmente com Sabitzer para fazer a articulação das jogadas. E ele não deixou a desejar com 3 passes importantes e 4 passes longos.

O Hoffenheim continua invicto após vitória sobre o Augsburg. Nessa partida, um dos principais nomes foi Amiri, que organizou o meio-de-campo e foi premiado com uma assistência.

Ataque: Paul-Georges Ntep (Wolfsburg), Andre Schürrle (Borussia Dortmund) e Robert Lewandowski (Bayern de Munique)

O Wolfsburg não vinha bem e contratou vários jogadores, entre eles Ntep. O que não se esperava era o impacto imediato que ele causaria. Contra o Hamburgo, criou chances, deu chutes a gol e no final conseguiu ser decisivo ao dar a assistência para o gol de Mario Gomez.

O Dortmund não contava com Aubameyang. E isso só não foi problema porque Schürrle o substituiu à altura. Marcou um gol logo aos quatro minutos de jogo e depois continuou sendo peça importante do ataque aurinegro.

Os bávaros venceram a partida sobre o Freiburg e o polonês é o responsável por isso. Ele marcou os dois gols de sua equipe, sendo um deles no último minuto do jogo, com pouquíssimo espaço para trabalhar a bola. Um gol de atacante matador.
    Comente a matéria
    Comente pelo Facebook

0 comentários :

Postar um comentário