Borussia Dortmund desmente oferta recorde da China por Aubameyang

Por Lucas Prado

O Borussia Dortmund desmentiu nesta quarta-feira um boato que circula na internet, informando que o clube chinês Shanghai SIPG teria apresentado uma proposta recorde de 150 milhões de euros (R$ 511 milhões na cotação atual) pelo atacante gabonês Pierre-Emerick Aubameyang.

"O Borussia Dortmund não tem informação sobre isso e não nos preocupamos com coisas hipotéticas", afirmou o porta-voz do clube, Sascha Fligge, à agência alemã "DPA".


O boato foi lançado por um jornalista afirmando trabalhar para o diário esportivo italiano "Gazzetta dello Sport": "Bomba! Aubameyang recebeu uma proposta de 41 milhões de euros por ano do Shanghai e 150 milhões de euros para o Borussia Dortmund. Os dois valores quebrariam os recordes do mundo".

Aubameyang seria o jogador mais bem pago do mundo na China, mas proposta não existe, disse Dortmund.

O tuíte acabou sendo divulgado por diversos veículos de comunicação, como o jornal alemão “Bild”, fonte historicamente bem informada em relação às transferências do mercado da bola na Alemanha.

A China vem abalando o mundo do futebol desde dezembro, anunciando a contratação de diversos jogadores de renome por valores astronômicos. Na semana passada, o argentino Carlos Tevez deixou o Boca Juniors para defender o Shanghai Shenhua, se tornando o jogador mais bem pago do mundo (38 milhões de euros).

Aubameyang tem 27 anos de idade e foi eleito em 2015 o melhor jogador africano do mundo. O gabonês anotou 16 gols em 15 jogos do Campeonato Alemão nesta temporada.
    Comente a matéria
    Comente pelo Facebook

0 comentários :

Postar um comentário