Seleção da 9ª rodada da Bundesliga - Chucrute FC / Alemanha FC





Goleiro: Rune Jarstein (Hertha Berlim)

O time da capital perdeu, é verdade. Mais a derrota para o Hoffenheim teria sido maior não fosse a presença de Jarstein. Foram 5 defesas ao longo da partida, algumas delas impressionantes.

Zagueiros: Naldo (Schlake 04), Alexander Hack (Mainz) e Niklas Süle (Hoffenheim)

O brasileiro dos azuis reais teve uma atuação de gala no Revier-Derby. Mal concedeu chances aos atacantes auri-negros e foi o principal pilar defensivo para garantir o 0 a 0. Foram 5 roubadas de bola e 84% de aproveitamento nos passes.

Hack foi essencial para que o Mainz saisse de campo sem sofrer qualquer gol. Foram 7 roubadas de bola e 10 divididas vencidas em 14 disputadas.

Süle foi muito bem defensivamente e ajudou seu time a não tomar gol. Ainda arriscou-se no ataque e conseguiu marcar de cabeça o gol da vitória do Hoffenheim contra o Hertha Berlim.

Meio de campo: Marcel Sabitzer (RB Leipzig), Yunus Malli (Mainz) e Marcel Risse (Colônia)

O austríaco do Leipzig entrou no segundo tempo para mudar com a cara do jogo. Em dois chutes certeiros de quem sabe se posicionar na área, marcou duas vezes e levou o seu time a vitória sobre o Darmstadt.

Malli mostrou porque é considerado o melhor jogador do sua equpe. Foi um perigo constante para a defesa do Ingolstadt: deixou o seu de pênalti e iniciou a jogada do segundo gol.

Risse é o dono da meia-direita do Colônia. Contra o Hamburgo, deixou duas vezes o artilheiro Modeste na cara do Gol para marcar, conferindo assim duas belas assistências.

Pontas: Arjen Robben (Bayern de Munique) e Vicenzo Grifo (Freiburg)

Contra Augsburg, o holandês mostrou uma forma impressionante. Pressionou a defesa incessantemente pelo lado direito e foi premiado com duas assistências e um gol. Vale ressaltar também o entrosamento entre Robben e Lawandowski. Onde teve gol de um, teve assistência do outro.

Grifo se destacou ao deixar o dele marcando pênalti diante do Werder Bremen. Mas não só isso, ainda contribuiu com três passes importantes, cinco cruzamentos e três chutes ao gol, sendo assim um dos mais acionados do seu time.

Atacantes: Robert Lewandowski (Bayern de Munique) e Anthony Modeste (Colônia)

O polonês voltou a fazer o que sabe. Decisivo com dois gols em passes de Robben, mostrou que é um dos melhores centroavantes da atualidade. Ainda deu uma assistência para o holandês deixar o seu.

Modeste perdeu um pênalti. Mas quer rendição melhor do que marcar um hat-trick?? 3 gols de quem é matador. No total, já são onze do artilheiro (e talvez melhor jogador) da Bundesliga até aqui.
    Comente a matéria
    Comente pelo Facebook

0 comentários :

Postar um comentário