Seleção da 11ª rodada da Bundesliga - Chucrute FC / Alemanha FC



Goleiro: Thomas Kessler (Colônia)

Kessler substituiu o titular Timo Horn e certamente deu conta do recado. Com um total de 7 defesas, sendo algumas delas com extrema dificuldade, pode-se dizer que o arqueiro foi o grande responsável pela vitória de sua equipe sobre o Borussia Mönchengladbach.

Laterais: Paul Verhaegh (Augsburg) e Bastian Oczipka (Eintracht Frankfurt)

O holandês do Augsburg fez excelente partida. Esteve muito seguro na defesa e foi muito importante para que seu time não sofresse qualquer gol do surpreendente Hertha Berlim.

Sempre acionado pelo esquerdo do campo, Oczipka teve um aproveitamento de 86% nos duelos vencidos, sendo o melhor da partida nesse quesito. Ainda foi o segundo que mais quilômetros correu com 10,84 km.

Zagueiros: Naldo (Schalke 04) e Marc Bartra (Borussia Dortmund)

Weinzierl acertou a defesa dos Azuis-reais ao adotar um esquema com três zagueiros. E o defensor brasileiro é o grande pilar dessa zaga. Contra o Wolfsburg, foi mais uma atuação segura com três roubadas de bola e um chute bloqueado.

Outro time que adotou uma estratégia com três zagueiros foi o Borussia Dortmund. Atuando pelo lado esquerdo, Bartra colocou Müller e Lewandowski “no bolso” no triunfo dos aurinegros sobre o Bayern de Munique.

Meios-de-campo: Lewis Holtby (Hamburgo), Leon Goretzka (Schalke 04) e Mario Götze (Borussia Dortmund)

É bem verdade que a primeira vitória do Hamburgo na Bundesliga ainda não veio, mas Holtby foi essencial para ao menos garantir um ponto ao conferir duas assistências no empate diante do Hoffenheim.

Quase todas as ações do Schalke passavam pelos pés de Goretzka. Não por coincidência, o jovem promissor marcou o belo gol da vitória em bonita jogada com Kolasinac.

Der Klassiker: Bayern x BVB. O homem do jogo merece estar na seleção, certo? Neste jogo, esse papel coube a Götze. Lutando o tempo inteiro, auxiliando na marcação e até na saída de bola, Mario só não fez chover contra o ex-time. O ponto alto foi naturalmente a assistência para o gol de Aubameyang.

Atacantes: Emil Forsberg (RB Leipzig), Yunus Malli (Mainz) e Julian Brandt (Bayer Leverkusen)

O sueco é a cabeça pensante do líder do campeonato. Sempre puxando as principais jogadas dos touros, mais uma vez foi o melhor jogador da partida ao deixar o seu gol e dar uma assistência no triunfo ante ao Bayer Laverkusen.

Outro que aparece com frequência na seleção da rodada é Malli. É possível dizer que o Mainz é um com o turco e outro sem ele. Contra o Freiburg, não titubeou e deixou o seu de pênalti e ainda assistiu os seus companheiros em duas oportunidades.

O Bayer Leverkusen perdeu na rodada. Porém, isso definitivamente não aconteceu devido a inoperância de seu setor ofensivo. Brandt comandou o ataque sempre infernizando a zaga adversária do Leipzig, dando uma assistência e marcando um gol em um bonito chute.
    Comente a matéria
    Comente pelo Facebook

0 comentários :

Postar um comentário